Entretenimento | Publicado por Anderson Júnior em 18 de janeiro de 2019.
Beyoncé e Rihanna viram tema de curso na Universidade de Harvard

Beyoncé e Rihanna viraram um curso na Universidade de Harvard! Muito poder, né?

O curso se chama “Beyonce Feminist, Rihanna Womanism” e visa fornecer aos estudantes uma introdução para as formas de estudo metodológicas assim como a teoria do feminismo negro; e para desafia-los a destruir a barreira entre a popular e acadêmica expressão dos problemas das mulheres negras.

Olha só a descrição feita pela própria Universidade:

“Em seu single “Flawless”, Beyoncé Knowles usa sample de um discurso feito pela autora Nigeriana, Chimananda Ngozi Adichie que inclui a definição dela para feminismo; “Feminista: uma pessoa que acredita em igualdade social, política e econômica dos sexos”. Então Beyoncé começa a cantar “damas, se posicione, impecável” ela literalmente insere sua música dentro da diáspora africana sobre o que o feminismo negro é, significa e faz. Nesse curso, nós também entramos no assunto do feminismo negro através da música de artistas como Beyoncé e Rihanna, com expressões acessíveis do feminismo Afro-Americano e Caribenho que alcançam pessoas do mundo inteiro. Através de detalhadas analises das músicas e vídeos, nós vemos a conversa das artistas com o feminismo negro teórico que anda junto de questões como violência, oportunidades econômicas, sexualidade, padrões de beleza e auto-expressão.”

E aí, ficou com vontade de estudar agora?

Direitos reservados. Desenvolvido por Lucas Mantoani.