Música | Publicado por Jonathan Oliveira em 11 de outubro de 2018.
Karol Conka tá afim de manifestar com “Kaça”. Assista

Achou que ela ia desistir? Vão ter que engolir! Karol Conka compartilhou conosco o primeiro manifesto de “Ambulante“, seu novo álbum que deve ser lançado o mais cedo que a gente imagina! Mas por que manifesto? Pra entender tem que assistir! Confira “Kaça“:

Pra quem não entendeu, é manifesto por ser uma luta contra o racismo, machismo e LGBTfobia. No próprio videoclipe, Karol mostra uma dramatização, mas não deixa de representar a realidade de muitas mulheres, lésbicas, negras, brasileiras.

No trailer para lançamento de “Kaça”, Karol transforma em poema parte da letra da canção, e desabafa sobre os desafios para chegar até aqui:

View this post on Instagram

KAÇA 🎯🏹 11.10.2018

A post shared by Karol Conka 🧙🏾‍♀️ (@karolconka) on

Quando cantamos sobre feminismo, racismo e poder, muita gente tenta nos diminuir. Fodam-se os padrões! Eles acabam se afogando no seu próprio veneno e eu já to cansada de quem fala de empoderar pra se aproximar ou pra se apropriar. Achou que eu ia desistir? Vai ter que engolir. Porque eu não cheguei até aqui pra não existir.

O último disco de Conka foi em 2013, o “Batuk Freak“. De lá pra cá, a tentativa de fazer “Ambulante” acontecer não foram poucas. Foram lançadas “Tombei“, “É o Poder“, “Maracutaia“, “Farofei“, “Lalá“, “Bate a poeira II“, e o relançamento de “Cabeça de Nego“. Então Karol merece muito que agora o projeto aconteça!

Direitos reservados. Desenvolvido por Lucas Mantoani.