Colunas | Publicado por Nezu em 22 de março de 2018.
Korean Life Style: Bulgogi é exemplo do que é o kpop além da música

Alou k-poppers!

A gente sabe muito bem que, uma vez que os coreanos tomam conta das nossas vidas e dos nossos corações, não é só com a música que as pesquisas do Google acabam ficando recheadas. Ficamos alucinados também pelas roupas, pela comida, pela maquiagem, e pelo estilo de vida dos ídolos no geral, não é?

Pensando nisso nós estamos trazendo mais uma coluna quinzenal pra vocês! A Korean Life Style vai intercalar com a K-Review, trazendo curiosidades sobre a rotina na Coreia do Sul, não só dos artistas como também de pessoas comuns. Vamos trazer receitas, dicas de maquiagem, espiadas na moda, e tudo o que for possível para aproximar vocês dessa cultura tão admirada e cheia de coisa legal!

E acho que não tem nada que nos agrade mais nos nossos idols do que vê-los comendo! Não é verdade? Comida é algo com conotações e importâncias interessantes no meio artístico coreano; são prêmios em gincanas e reality shows, são tarefas culinárias que os grupos precisam realizar, e são um símbolo de conquista para os ídolos, que à medida que ganham poder aquisitivo, conseguem comer cada vez mais e melhor.

Bomi (Apink)Bomi (Apink) | Fonte: Kpopmap

A cultura asiática como um todo tem hábitos alimentares muito saudáveis, ricos em nutrientes balanceados, que mantêm tanto a saúde física como mental. Mas como a maioria dos pratos muito coloridos têm receitas mais elaboradas, hoje eu trouxe uma receita simples e que além de ser uma delícia, é capaz de ativar o metabolismo do seu corpo!

O bulgogi (em hangul, 불고기) é um prato composto basicamente por carne. O nome traduz-se literalmente para “carne ao fogo”. Consiste em fatias de filé bem finas deixadas em uma marinada que lhe dá riqueza de sabores, mesclando o adocicado ao picante, mas sem o excesso de pimenta que é comum na culinária sul-coreana. É ideal para quem não tem muita prática na cozinha nem familiaridade com comidas apimentadas.

Vamos pra receita?

Ingredientes

  • 600g de contrafilé (ou qualquer outra carne bovina) fatiado bem fino;
  • ½ a 1 cebola fatiada;
  • 2 ramos de cebolinha picados;
  • 100ml de molho de soja;
  • 2 colheres de sopa de açúcar;
  • 2 colheres de sopa de gergelim tostado;
  • 3 dentes de alho picados;
  • 2 colheres de chá de mel (ou glicose de milho);
  • 1 colher de sopa de óleo de gergelim;
  • ¼ de colher de chá de gengibre fresco picado;
  • Óleo de soja;
  • Sal e pimenta do reino a gosto;
  • 100g de cogumelo shimeji picado (opcional)

Modo de preparo

  • Para o molho: junte a cebola, o molho de soja, o açúcar, o gergelim, o óleo de gergelim, o alho, o gengibre e a pimenta do reino em uma tigela.
  • Para a carne: deixe as fatias marinando dentro do molho por pelo menos 1h na geladeira. Após este tempo, coloque um fio de olho em uma panela e doure a carne aos poucos. (Eu gosto bastante do molho, então depois de dourar tudo, eu volto com todas as fatias para a panela e adiciono uma parte da marinada de volta!)
  • Se for adicionar os cogumelos, coloque na panela junto com toda a carne já dourada.
  • Para finalizar, adicione o mel para dar um toque extra de sabor adocicado e deixar a carne caramelizada.

Bem simples, não é?

Eu sou fã de carteirinha de bulgogi, aprendi a fazer ano passado e já ensinei pra mãe, pro pai, pra avó, pro cachorro! Recomendo muito por ser um prato simples e saboroso, a picância ajuda a ativar o metabolismo e a gente fica um pouquinho mais perto da cultura do país que tanto admiramos!

Quem vai testar essa receita em casa?

Deixe um comentário

*

Direitos reservados. Desenvolvido por Lucas Mantoani.